Egito registra primeiro caso mortal de gripe suína

Uma mulher de 25 anos que retornou da Arábia Saudita, para onde havia viajado em peregrinação, morreu em consequência da gripe suína em um hospital do Egito, tornando-se o primeiro caso de morte pelo vírus A(H1N1) registrado nesse país, anunciou neste domingo o Ministério da Saúde.

AFP |

A mulher voltou do Egito no dia 16 de julho e foi hospitalizada com "febre reumática, falta de oxigênio e um derrame cerebral", indicou o ministério, citado pela agência oficial Mena.

"Morreu no hospital no sábado", acrescentou a mesma fonte.

Em 12 de julho, as autoridades egípcias informaram a respeito da existência de 92 casos de gripe suína no país. A maioria dos doentes tem entre 5 e 24 anos.

jaz/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG