Egito reforça mediação para troca de presos palestinos por Shalit

Cairo, 26 mar (EFE).- Fontes oficiais egípcias disseram hoje que Cairo intensificou seus esforços de mediação entre Israel e Hamas nos últimos dias para conseguir uma troca de prisioneiros palestinos pelo soldado israelense Gilad Shalit, informou a agência Mena.

EFE |

As fontes egípcias, que a "Mena" não identifica, disseram que a mediação do Governo de Hosni Mubarak continua para avançar no caso de Shalit, capturado em 25 de junho de 2006 por milícias palestinas e cuja libertação pode ser possível através de uma troca de prisioneiros.

Segundo estas fontes, o Egito intensificou seus esforços neste assunto, porque afeta indiretamente a reconciliação palestina, a trégua e o bloqueio imposto à Faixa de Gaza, entre outros assuntos cruciais.

Israel endureceu o bloqueio a Gaza em junho de 2007, quando o movimento islâmico Hamas assumiu o controle do território palestino, após expulsar as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e líder do Fatah, Mahmoud Abbas.

Altos cargos do Hamas disseram que a libertação de Shalit só será alcançada quando Israel aceitar a libertação de uma série de detidos que estão em uma lista entregue às autoridades egípcias mediadoras, acrescentou a "Mena". EFE hh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG