Egito reabre fronteira com Faixa de Gaza para permitir saída de doentes

Gaza, 4 nov (EFE).- O Egito reabriu hoje sua fronteira com a Faixa de Gaza para permitir que as pessoas doentes presas no território palestino possam receber tratamento médico em seus hospitais, informou o Ministério do Interior vinculado ao Hamas.

EFE |

O posto fronteiriço de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, abriu suas portas no início da manhã e permanecerá aberto durante dois dias para facilitar a saída das pessoas doentes, disse Ihab al Ghusein, porta-voz do citado Ministério.

"Até o meio-dia de hoje (horário local), 15 ambulâncias e quatro ônibus nos quais viajavam 200 pacientes e seus acompanhantes cruzaram Rafah com destino ao Egito sem nenhum percalço", declarou o funcionário.

Com esta medida, centenas de palestinos presos no Egito poderão também retornar a Gaza e os estudantes universitários da faixa mediterrânea serão autorizados a abandoná-la.

O número de pessoas que pediram para deixar Gaza nesta oportunidade supera mil, disse Ghusein - que afirmou que apenas os pacientes registrados e estudantes poderão deixar o território palestino. EFE sa'ar/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG