Egito prorroga por 2 dias abertura de passagem fronteiriça com Gaza

Cairo, 6 ago (EFE).- As autoridades egípcias decidiram hoje prorrogar por dois dias a abertura do terminal fronteiriço de Rafah, entre o Egito e a Faixa de Gaza, e permitir a passagem de mais palestinos em ambas as direções, informou a agência oficial de notícias egípcia Mena.

EFE |

A passagem de Rafah, única saída de Gaza a um país que não seja Israel, foi aberta na segunda-feira por motivos humanitários.

Durante os três dias que o Egito permitiu o cruzamento da fronteira, mais de 5 mil palestinos entraram no país árabe e em Gaza, principalmente estudantes e doentes, assim como estrangeiros.

Além disso, várias ambulâncias cruzaram para Gaza neste período, que chegava hoje ao fim.

A passagem fronteiriça permanece fechada desde junho de 2007, quando o movimento islâmico Hamas assumiu o controle deste território, após expulsar as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

A partir daquela data, a abertura desta passagem, situada na Península do Sinai, ocorre por motivos humanitários, de maneira irregular e intermitente.

A última vez que o Egito abriu sua fronteira com Gaza durante três dias foi em 27 de junho.

O presidente egípcio, Hosni Mubarak, afirmou várias vezes que a abertura definitiva de Rafah só ocorrerá quando chegar ao fim a divisão entre as diversas facções palestinas, precisamente entre o Hamas e o Fatah. EFE nq/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG