Egito prevê trégua permanente entre Hamas e Israel no início de fevereiro

Cairo, 27 jan (EFE).- O ministro de Relações Exteriores do Egito, Ahmed Aboul Gheit, previu hoje que o Hamas e Israel alcançarão um cessar-fogo permanente na primeira semana de fevereiro, o que pode levar à abertura das passagens fronteiriças da Faixa de Gaza.

EFE |

"No âmbito dos esforços egípcios alcançaremos um cessar-fogo permanente e contínuo na primeira semana de fevereiro, o que conduzirá à abertura das passagens fronteiriças", declarou Aboul Gheit em entrevista coletiva oferecida hoje no Cairo junto com o alto representante de Política Externa e Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana.

Aboul Gheit, citado pela agência de notícias egípcia "Mena", expressou sua esperança de que em fevereiro seja também testemunha de uma reconciliação nacional palestina que permitirá a reconstrução de Gaza, alvo de uma ofensiva militar de Israel de 22 dias de duração que deixou 1.400 mortos e mais de 5.000 feridos.

Sobre a reconstrução de Gaza, o chefe da diplomacia egípcia destacou a necessidade da realização de uma conferência internacional para abordar este assunto e que foi convocada pelo Egito para o dia 28 de fevereiro no Cairo.

Por outro lado, Solana, que também se reuniu com o presidente do Egito, Hosni Mubarak, para discutir os progressos da mediação egípcia para alcançar um cessar-fogo permanente entre Israel e o Hamas, destacou a importância de fazer chegar ajuda humanitária aos habitantes da Faixa de Gaza. EFE jfu/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG