Egito prende homem acusado de casar 87 meninas

As autoridades egípcias detiveram um mazun, funcionário que legaliza casamentos muçulmanos, por ter casado 87 menores do sexo feminino com documentos falsos, informa nesta terça-feira o jornal independente Al Shuruq.

EFE |

Um tribunal da cidade de Sohag, 600 quilômetros ao sul do Cairo, ordenou a detenção preventiva de Farag Youssef Farag, de 53 anos, por quatro dias.

Farag é acusado de ter usado documentos falsos para oficializar 87 casamentos com meninas menores de idade, para o que, aparentemente, ganhou grandes somas de dinheiro.

O tribunal também ordenou a detenção de um funcionário do Tribunal da Família de Sohag, acusado de haver cooperado com Farag na falsificação dos documentos.

O casamento de menores de famílias pobres em troca de dinheiro, especialmente com árabes do Golfo Pérsico, é uma prática comum no Egito.

Leia mais sobre Egito

    Leia tudo sobre: egito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG