Egito nomeia embaixador no Iraque após 4 anos

CAIRO (Reuters) - O Egito enviará um embaixador ao Iraque pela primeira vez desde que seu enviado foi morto por militantes da Al Qaeda em 2005, disse o Ministério das Relações Exteriores na quinta-feira. O ministério descreveu Sharif Kamal Shahine como um veterano diplomata com 27 anos de experiência, incluindo cargos em Tóquio, Atenas e Beirute.

Reuters |

O Egito enviará uma equipe de diplomatas e funcionários administrativos para sua embaixada em Bagdá em semanas, acrescentou o comunicado. O documento não especificou quando Shahine chegaria ao país.

O enviado anterior, Ihab al-Sharif, foi sequestrado e morto em julho de 2005, após um mês no cargo, em meio a uma onda de assassinatos atribuídos ao ex-líder da Al Qaeda no Iraque Abu Musab al-Zarqawi.

As relações entre os dois países melhoraram desde então, com a visita dos ministros das Relações Exteriores e do Petróleo do Egito em outubro do ano passado.

O enviado da Liga Árabe a Bagdá é também um egípcio.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG