Egito mediará conversas entre facções palestinas dia 25--Hamas

GAZA (Reuters) - As conversas de reconciliação entre facções palestinas rivais, mediadas pelo Egito, acontecerão na quarta-feira, disse um porta-voz do Hamas neste sábado. Romper as divisões entre o grupo islâmico Hamas e a rival Fatah, do presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, é visto como fundamental para encerrar o bloqueio imposto por Israel à Faixa de Gaza, reforçado desde que o Hamas venceu eleições parlamentares em 2006.

Reuters |

As conversas de reconciliação deveriam começar no Egito no domingo, mas foram adiadas na última semana com o Hamas acusando Israel de não aceitar um novo cessar-fogo de longo prazo após sua ofensiva no território palestino para interromper ataques com foguetes.

O Hamas passou a controlar Gaza após expulsar a Fatah em uma guerra civil, em 2007, deixando Abbas com um governo incompleto na Cisjordânia ocupada.

A Fatah tem detido ativistas do Hamas na Cisjordânia. O Hamas quer que esses presos sejam liberados como parte dos esforços de reconciliação.

"Para que o diálogo progrida, um trabalho sério deve ser feito para libertar todos os detidos políticos das prisões da Autoridade Palestina na Cisjordânia", disse o porta-voz do Hamas Fawzi Barhoum, que anunciou a data de 25 de fevereiro para as conversas.

Uma autoridade da Fatah, sob a condição de anonimato, confirmou a nova data e disse que sua facção poderia anunciar uma anistia para alguns prisioneiros do Hamas.

"A partir de um entendimento com o Hamas, haverá a libertação de vários detentos do Hamas", disse a autoridade à Reuters.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi e Dan Williams)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG