Egito lança campanha contra beijos para combater gripe

Cairo, 7 mai (EFE).- O Governo egípcio lançou uma campanha para evitar que as pessoas se beijem, que tem como objetivo impedir a propagação da gripe suína no país, informa hoje o diário independente Al-Masri Al-Youm.

EFE |

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Em entrevista ao diário, o responsável da unidade de Emergência do Centro Nacional de Pesquisa, Adel Ashour, indicou que serão emitidos anúncios na TV para "conscientizar as pessoas da importância de não se beijar, especialmente nesta etapa crítica de expansão do vírus".

Ashour também advertiu que outras doenças podem ser transmitidas através dos beijos.

No mundo árabe, os beijos entre amigos do mesmo sexo e entre parentes são uma saudação habitual, uma demonstração de carinho e proximidade.

Com uma população de quase 80 milhões de habitantes, o Egito foi um dos países árabes mais ativos no momento de adotar medidas contra a gripe suína, mas nenhum caso foi registrado em seu território. EFE nq/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG