Cairo, 27 dez (EFE).- O Egito enviou hoje alimentos e medicamentos aos palestinos de Gaza através das passagens fronteiriças de Rafah e de Kerem Shalom, segundo a agência oficial de notícias egípcia Mena.

Pelo menos dez caminhões de ajuda humanitária do Crescente Vermelho do Egito cruzaram Gaza, alvo de bombardeios israelenses desde sábado, que já deixaram quase 300 palestinos mortos.

Por outro lado, o Ministério de Exteriores egípcio convocou hoje o embaixador israelense no Cairo, Shalom Cohen, para expressar sua rejeição às declarações do ministro da Defesa, Ehud Barak, sobre a ampliação da operação militar em Gaza.

Neste sábado, o Egito abriu a passagem de Rafah para permitir a entrada de ajuda humanitária e a evacuação dos feridos.

A passagem de Rafah foi fechada em junho de 2007, quando o grupo islâmico palestino Hamas tomou o controle da Faixa após expulsar as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

Kerem Shalom, situada ao sudeste de Gaza e a 3,5 quilômetros de Rafah, também faz fronteira com o Egito e pelo local só se permite a passagem de produtos egípcios através da agência das Nações Unidas para os refugiados palestinos (UNRWA). EFE hh/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.