Egito e Israel analisam novas propostas a favor da paz no O.Médio

Cairo, 29 dez (EFE).- Egito e Israel analisaram hoje ao mais alto nível a possibilidade de desbloquear as negociações de paz no Oriente Médio a partir de novas posições que surgiram, informou hoje o ministro das Relações Exteriores egípcio, Ahmed Aboul Gheit.

EFE |

Essa foi a conclusão mais importante do ministro, ao avaliar a reunião mantida hoje no Cairo entre o presidente egípcio, Hosni Mubarak, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que visitou oficialmente esta capital por várias horas.

"Não posso falar dos detalhes sobre o que trouxe o primeiro-ministro, mas hoje fala de posturas que, para nós, superam posições anteriores", disse Aboul Gheit, em entrevista coletiva oferecida no palácio presidencial.

O alto funcionário egípcio, muito enigmático sobre este ponto, esclareceu também que o Egito tinha apresentado uma série de propostas para aliviar o isolamento dos palestinos e os impedimentos a seu desenvolvimento econômico, ideias que Netanyahu se comprometeu a estudar.

Aboul Gheit anunciou também que, em 7 e 8 de janeiro próximo, viajará aos Estados Unidos acompanhado do chefe dos serviços de inteligência do Egito, general Omar Suleiman, para manter conversas em Washington sobre o processo de paz regional.

"A visita será não só para ouvir os EUA, mas também se concentrará em transferir o ponto de vista do Egito e de Mubarak aos EUA sobre como se pode alcançar e em que bases devem se basear" os novos esforços a favor da paz no Oriente Médio, disse. EFE hh-ag/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG