Egito e ANP analisam formas de restaurar calma na Faixa de Gaza

CAIRO - O presidente egípcio, Hosni Mubarak, se reuniu hoje no Cairo com seu colega da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, para discutir os esforços em andamento para restaurar a calma na Faixa de Gaza.

EFE |


Segundo a agência oficial de notícias "Mena", que cita funcionários egípcios e da ANP sem identificá-los, Mubarak e Abbas analisaram "os últimos acontecimentos no cenário palestino e os esforços para retomar o processo palestino-israelense, incluindo os egípcios, para levar a calma à região".

Abbas chegou hoje ao Egito após visitar Washington e Moscou, onde se reuniu com os presidentes dos Estados Unidos, George W. Bush, e da Rússia, Dmitri Medvedev, respectivamente.

As facções palestinas, lideradas pelo grupo islâmico palestino Hamas, que controla Gaza, pactuaram em junho uma trégua de seis meses com Israel, com a mediação do Egito. O período acabou em 19 de dezembro e os esforços para prolongá-lo fracassaram.

Em declarações ao jornal egípcio "Al-Ahram", o dirigente do Hamas Mahmoud Zahar afirmou que sua organização está disposta a renovar a trégua nas mesmas condições.

Israel impôs um bloqueio sobre Gaza pouco depois que o Hamas tomou o controle da faixa territorial em junho de 2007, após expulsar as forças leais a Abbas.

O Egito é o principal mediador entre Hamas, Israel e as próprias facções palestinas para que iniciem um diálogo de reconciliação nacional.

Ontem, o Hamas e outras facções palestinas declararam a pedido do Egito uma trégua de 24 horas para facilitar a entrada de mantimentos e de combustíveis em Gaza, que expirará à meia-noite.

A imprensa egípcia informou hoje que a ministra de Assuntos Exteriores israelense, Tzipi Livni, visitará o Egito na próxima quinta-feira.

    Leia tudo sobre: egitofaixa de gazaisrael

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG