Egito e América Latina se aproximam durante fórum econômico

Cairo, 10 jun (EFE).- O Egito e a América Latina deram hoje um passo em frente no fomento de suas relações comerciais com a celebração do primeiro fórum econômico entre ambos, que aconteceu no Cairo.

EFE |

Representantes de 17 embaixadas latino-americanas no Egito apresentaram perante mais de cem empresários egípcios as oportunidades de negócio e investimento em seus países.

"Este é um novo passo para fomentar as relações econômicas entre Egito e América Latina", declarou o embaixador da Venezuela, Víctor Carazo, um dos organizadores do ato, celebrado na Associação de Homens de Negócios Egípcios.

Carazo explicou que as principais oportunidades de negócio entre Egito e América Latina estão em setores como farmacêutico, de mineração, energético, turístico e de manufaturas.

Além disso, afirmou que a América Latina é a segunda região do mundo com um desenvolvimento econômico mais rápido, que no ano passado contou com uma taxa de crescimento do PIB de 6% e que concentra 7% do comércio mundial.

Além disso, falou dos processos de integração econômica na região como Mercosul, Unasul ou Nafta, que favorecem o comércio internacional.

Por outro lado, a ministra de Cooperação Internacional egípcia, Fayza Abulnaga, afirmou que o fórum é importante, pois, apesar de existe um marco legal e uma vontade política, "falta criar uma consciência mútua entre as duas partes para aumentar as relações econômicas".

"A disseminação de informação é muito importante", declarou Abulnaga, que destacou a necessidade de organizar missões comerciais em ambos os lados do Atlântico para fomentar o potencial que existe para negócios.

Abulnaga disse que atualmente "a distância já não pode ser considerada um obstáculo" nas relações comerciais e apontou o exemplo das relações entre Egito e outros países distantes como China, Indonésia e Malásia. EFE ssa/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG