Egito decide o sacrifício imediato de todos os porcos no país

CAIRO - O ministro egípcio da Saúde, Hatem el Gabali, anunciou nesta quarta-feira o sacrifício imediato de todos os porcos do país para evitar a aparição da gripe suína no Egito.

Redação com agências internacionais |

O presidente do Egito, Hosni Mubarak, realizou hoje uma reunião com o comitê do Ministério da Saúde encarregado de estudar a possível incidência da gripe suína no país, após a qual a decisão foi anunciada, segundo a agência oficial.

"Foi decidido começar de imediato a degola de todos os porcos", declarou o ministro à imprensa, depois de uma reunião com o presidente egípcio, Hosni Mubarak.

Esta é a primeira iniciativa deste porte adotada por um governo desde o surgimento do foco de gripe suína no México.


Egípcio carrega porco para o abate / AP

Doença ganha força

O México, onde a epidemia ganhou força na última semana, continua sendo o lugar mais afetado, com até 159 mortes. Há temores de que o vírus se transforme em pandemia (epidemia global).

A França disse que proporá na quinta-feira que a União Europeia suspenda todos os voos para o México devido à gripe. A UE, a exemplo de EUA e Canadá, já aconselhou seus cidadãos a evitarem viagens não-essenciais àquele país, que tem no turismo uma importante fonte de divisas.

Já há casos confirmados nos EUA, Canadá, Nova Zelândia, Israel, Grã-Bretanha, Espanha. A Áustria também confirmou um primeiro caso da doença nesta quarta-feira, em uma mulher de 28 anos que havia retornado de uma viagem ao México.

Na Alemanha, os casos envolvem um homem e uma mulher de quase 40 anos na Baviera (sul), e uma mulher de 22 anos de Hamburgo (norte). Todos estiveram recentemente no México.

A Organização Mundial da Saúde disse que isso pode elevar o nível de alerta contra pandemias para a fase 5 (numa escala de 1 a 6) -- caso seja confirmado que pessoas contaminadas em pelo menos dois países estão difundido a nova doença de forma sustentável.

Antes da divulgação da morte nos EUA, Keiji Fukuda, dirigente da OMS, havia dito que essa poderia ser uma "pandemia muito branda", embora tenha alertado que o vírus da gripe "se move de formas que não podemos prever".

Leia também:

Entenda a gripe suína:

Gripe suína no Brasil

Gripe suína e a economia

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG