Egito convidará Fatah e Hamas a se reunirem em outubro

Cairo, 8 out (EFE).- O Governo do Egito convidará representantes dos movimentos palestinos rivais Fatah e Hamas a uma reunião bilateral ainda em outubro para tentar uma conciliação entre eles.

EFE |

Assim anunciou o "número dois" do escritório político do Hamas, Moussa Abu Marzuk, que chefiou a reunião de seu grupo hoje, no Cairo com uma equipe de mediadores egípcios, encabeçada pelo chefe dos serviços de Inteligência, Omar Suleiman.

As informações são da agência de notícias oficial egípcia "Mena".

Segundo Marzuk, além dessa reunião bilateral entre Hamas (xiita) e Fatah (sunita), serão celebrados encontros com todas as facções palestinas.

Além disso, ele anunciou a formação de cinco comitês encarregados de estudar as principais divergências entre os grupos palestinos, entre elas, o conflito de junho de 2007, quando o Hamas tomou controle da Faixa de Gaza com ações armadas.

Quanto a eleições legislativas e presidenciais, Marzuk assegurou que o Hamas está "aferrado à lei", mas respeitará o que decidam essas comissões interpalestinas.

"Desejamos a união nacional, por isso não podemos deixar o desejo de unidade palestina", declarou.

O Hamas é o último grupo palestino que pede ajuda ao Egito, após outros 12, para participar de uma rodada de negociações iniciada em setembro pelo Cairo com objetivo de conciliar as facções.

Há duas semanas, foi a vez do Fatah, chefiado pelo presidente da Autoridade Nacional Palestino (ANP), Mahmoud Abbas, e principal rival do Hamas.

Desde agosto, o Egito atua como mediador oficial no conflito interpalestino. EFE aj/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG