Gaza, 10 fev (EFE).- O Egito convidou o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, e os líderes das outras facções palestinas para uma conferência de reconciliação no final deste mês, informaram fontes ligadas ao Hamas na Faixa de Gaza.

O líder do movimento Hamas no exílio em Damasco, Khaled Mashaal, também foi convidado a participar das conversas, que devem acontecer em 22 de fevereiro.

O principal objetivo do encontro será a superação das diferenças entre o movimento nacionalista Fatah, liderado por Abbas e que governa na Cisjordânia, e os islamitas do Hamas, que governa em Gaza desde que expulsou as forças do Fatah, em junho de 2007.

Após resolvidas as desavenças, haverá a tentativa para que os dois grupos aceitem formar um Governo palestino de união nacional que supere a divisão administrativa e política dos dois territórios palestinos.

Em novembro do ano passado, Cairo convocou um encontro semelhante, que não foi bem-sucedido devido à decisão do Hamas de não comparecer, após acusar as forças de Abbas de atacar seus membros e simpatizantes na Cisjordânia. EFE sar-aca-amg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.