Egito acredita que Livni promoverá política de paz com palestinos

Cairo, 19 set (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores egípcio, Ahmed Aboul Gheit, expressou sua esperança de que a nova líder do partido israelense Kadima, Tzipi Livni, tenha êxito em conseguir a paz com os palestinos.

EFE |

Em declarações divulgadas hoje pela imprensa local, Gheit disse que as posições que Livni mantinha como ministra de Assuntos Exteriores no Governo de Ehud Olmert "não necessariamente têm que ser mantidas", pois agora "ela enfrenta novas responsabilidades e necessidades".

A vitória de Livni nas eleições internas no partido governante permite que ela busque as alianças necessárias para formar Governo e substituir Olmert, que anunciou sua renúncia após se ver envolvido em vários escândalos de corrupção O Egito foi o primeiro país árabe que assinou a paz com Israel, em 1979, graças aos tratados de Camp David assinados em 17 de setembro de 1978. EFE nq/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG