Egito: 55 feridos em choques entre polícia e manifestantes pró-palestinos

Cinquenta e cinco pessoas ficaram feridas na terça-feira à noite em Al Arish, no Sinai egípcio, em confrontos entre policiais egípcios e militantes pró-palestinos membros de um comboio de ajuda a Gaza.

AFP |

Quarenta dos 520 militantes, que protestavam contra a decisão do Egito de fazer transitar parte de seus caminhões por Israel antes de chegar a Gaza, ficaram feridos, segundo os ativistas.

Quinze policiais também ficaram feridos, de acordo com fontes médicas.

Os militantes protestavam contra a decisão do Egito de apenas permitir a passagem de 139 dos 198 caminhões e automóveis carregados com alimentos e material médico pelo terminal de Rafah, na fronteira entre Egito e a Faixa de Gaza, e de fazer passar os 59 veículos restantes por Al Oja, na fronteira entre Egito e Israel.

Os militantes, membros de um comboio de ajuda a Gaza que tem a presença do deputado britânico George Galloway, romperam a cerca do porto de Al Arish e bloquearam as duas entradas do local com veículos.

A polícia utilizou jatos d'água para forçar a entrada dos ativistas no porto. Os manifestantes responderam atirando pedras nos policiais, que reagiram com violência.

str-iba/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG