Os cerca de 80 milhões de egípcios que vão aderir ao jejum muçulmano do Ramadã consumirão 40 milhões de frangos, 2,7 bilhões de pães e 10.000 toneladas de vagens só na primeira semana do mês sagrado, publicou nesta sexta-feira o jornal estatal Al-Ahram.

Segundo a publicação, esses números são de uma pesquisa realizada pelo Centro de Estudos Sociais e Criminais em parceria com as autoridades encarregadas do censo sobre os hábitos de consumo dos egípcios durante o Ramadã, que começa amanhã.

Os dados também revelam que os muçulmanos do Egito gastarão diariamente cerca de 1 bilhão de libras egípcias (US$ 180 milhões) e que suas despesas durante o mês sagrado serão equivalentes a 15% dos gastos que terão no ano todo.

A partir deste sábado, os egípcios jejuarão 14 horas por dia, do amanhecer ao entardecer, momento em que quebrarão o jejum diante de uma mesa farta de comidas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.