Edwards diz que Obama poderia vencer McCain

WASHINGTON (Reuters) - John Edwards, ex-pré-candidato do Partido Democrata à Presidência dos Estados Unidos, recusou-se na sexta-feira a assumir um posicionamento na disputa ainda em curso pela vaga da legenda nas eleições de novembro, mas disse que Barack Obama poderia unir o partido e vencer o pleito nacional. Em uma entrevista concedida ao programa Today, do canal NBC, Edwards afirmou que Obama parecia caminhar para a conquista da vaga democrata. O ex-pré-candidato recusou-se, no entanto, a revelar em quem tinha votado nas prévias democratas realizadas na Carolina do Norte, nesta semana, e vencidas por Obama. Edwards já foi senador pela Carolina do Norte.

Reuters |

Segundo o ex-pré-candidato, tanto Obama quanto Hillary Clinton tinham a capacidade de derrotar o republicano John McCain nas eleições presidenciais, em novembro.

'Se Barack for o nosso candidato, a questão é saber se vamos estar juntos e unidos a fim de garantir que todos os eleitores de que precisaremos em novembro comparecerão às urnas e votarão em Barack Obama', disse Edwards.

'Em primeiro lugar, o que ele traz consigo é a capacidade de unir o Partido Democrata. Em segundo lugar, de conquistar novos eleitores, de mobilizar pessoas que ficaram alheias a esse processo durante muito tempo, pessoas que estão motivadas com essa mudança', afirmou.

Com apenas 217 delegados a serem escolhidos nas seis prévias que restam, Hillary não tem mais chances de superar Obama no número de delegados eleitos. A pré-candidata, ao que tudo indica, também ficará atrás do adversário de partido no número total de votos depositados nas prévias estaduais iniciadas em janeiro.

Segundo Edwards, o valor do apoio dado por terceiros a um ou outro pré-candidato 'está sendo exagerado'. O ex-senador observou que Obama 'saiu-se bastante bem sem qualquer apoio explícito de John Edwards'.

(Reportagem de Donna Smith)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG