Wall Street Journal apresenta renúncia - Mundo - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Editor-chefe do Wall Street Journal apresenta renúncia

Nova York, 22 abr (EFE).- Marcus Brauchli, que ocupava o cargo de editor-chefe do diário The Wall Street Journal, apresentou hoje sua renúncia, mas continuará como assessor da empresa proprietária do diário, a News Corporation, informou a editora financeira Dow Jones.

EFE |

A saída de Brauchli, de 46 anos, acontece quatro meses depois de a companhia controlada pelo magnata australiano Rupert Murdoch assumir a empresa Dow Jones, em uma operação avaliada em cerca de US$ 5,16 bilhões.

"Cheguei à conclusão de que é o momento adequado para considerar novas possibilidades profissionais", disse Brauchli em comunicado depois da aquisição feita por Murdoch.

A decisão foi conhecida após uma reunião entre membros do comitê especial encarregado de velar pela integridade editorial do periódico, segundo um comunicado.

Brauchli assumiu o cargo em meados de maio do ano passado, pouco depois do anúncio da proposta de compra de Murdoch.

O ex-diretor seguirá como assessor da nova empresa proprietária em uma ampla variedade de assuntos, entre eles a possibilidade de iniciar um novo canal de informação econômica na Ásia.

Les Hinton, executivo-chefe da Dow Jones, ressaltou que Brauchli "é um brilhante jornalista que possuiu um papel fundamental no crescimento do 'Wall Street Journal' durante os últimos 20 anos".

Brauchli iniciou sua trajetória profissional na empresa Dow Jones em 1984, passou mais de uma década como correspondente em diversas cidades asiáticas e em Estocolmo (Suécia), e ocupou nos últimos anos outros postos na direção do "Wall Street Journal". EFE vm/mh

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG