A economia americana criou 290.000 empregos em abril, o maior número desde março de 2007 e muito mais do que previam os analistas, mas a taxa de desemprego teve um aumento e ficou nos 9,9%, segundo dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho." /

A economia americana criou 290.000 empregos em abril, o maior número desde março de 2007 e muito mais do que previam os analistas, mas a taxa de desemprego teve um aumento e ficou nos 9,9%, segundo dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho." /

Economia dos EUA cria 290.000 empregos em abril

A economia americana criou 290.000 empregos em abril, o maior número desde março de 2007 e muito mais do que previam os analistas, mas a taxa de desemprego teve um aumento e ficou nos 9,9%, segundo dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho.

AFP |

A economia americana criou 290.000 empregos em abril, o maior número desde março de 2007 e muito mais do que previam os analistas, mas a taxa de desemprego teve um aumento e ficou nos 9,9%, segundo dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho.

Os Estados Unidos geraram 290.000 empregos em relação a março, de acordo com dados corrigidos das variações sazonais, indica o informe mensal sobre emprego, enqaunto que os analistas esperavam um aumento de 187.000.

Este aumento não impediu, no entanto, que a taxa de desemprego crescesse para situar-se nos 9,9%, depois de três mess de estabilidade em 9,7%).

Este é o nível mais elevado desde dezembro (10,0%).

mj/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG