Earl atinge Canadá com ventos de furacão

Rajadas de até 130 quilômetros por hora derrubaram árvores, inundaram estradas e deixaram sem eletricidade 57 mil pessoas

Reuters |

O furacão Earl atingiu as províncias costeiras do Canadá neste sábado, com ventos mais rápidos após uma passagem surpreendentemente branda pela Costa Leste dos Estados Unidos. Earl, no entando, perdeu força e foi classificado como tempestade tropical, informou o Centro de Furacões do Canadá neste sábado.

A tempestade, antes um furacão violento de categoria 4, já havia desacelerado ao atingir o continente na província canadense de Nova Scotia, uma faixa larga de terra que se projeta dentro do Atlântico, na manhã de sábado. Depois perdeu ainda mais força durante a tarde.

As rajadas, que mais cedo chegaram a até 130 quilômetros por hora, derrubaram árvores, inundaram estradas e deixaram sem eletricidade 57 mil pessoas, ou cerca de 7 por cento da população da província de Nova Scotia. Durante a tarde, Earl passou a apresentar ventos de pouco menos de 113 quilômetros por hora.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos ainda considerava Earl como uma tempestade tropical, com ventos máximos de 110 quilômetros por hora. Segundo a agência, Earl estava 80 quilômetros a oeste de Halifax, capital da província de Nova Scotia, e se movia em direção ao nordeste com velocidade de 57 quilômetros por hora.

A tempestade, porém, foi apenas uma sombra do enorme furacão que assustou a Costa Leste dos Estados Unidos no começo da semana. Os norte-americanos viram ventos relativamente brandos, aumentando a esperança de que os prejuízos tenham sido limitados durante o feriado do Labor Day.

    Leia tudo sobre: CLIMAEARLCANADáfuracão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG