É hora de novas sanções contra o Irã, diz Merkel

BERLIM (Reuters) - A chanceler (primeira-ministra) alemã, Angela Merkel, disse nesta segunda-feira que chegou a hora de impor novas sanções contra o Irã por seu programa nuclear. Deixei claro que estamos entrando numa fase em que deve haver novas sanções contra o Irã, disse Merkel em entrevista coletiva conjunta com o premiê libanês, Saad al-Hariri.

Reuters |

Segundo Merkel, o Irã rejeitou as ofertas construtivas de governos estrangeiros para resolver as disputas sobre seu programa de enriquecimento de urânio.

Potências ocidentais suspeitam que o Irã deseja usar a tecnologia atômica para construir uma bomba, mas o governo de Teerã nega essa intenção e diz que está interessado apenas em gerar eletricidade.

Essas potências querem que o Conselho de Segurança da ONU aprove uma resolução impondo novas sanções contra Teerã, mas existe alguma resistência da China -- que, como membro permanente do Conselho, tem poder de veto.

Autoridades da União Europeia têm dito que precisam estar preparadas para agir rapidamente e implementar suas próprias medidas para lidar com o programa nuclear do Irã se não houver apoio da ONU.

(Reportagem de Hans-Edzard Busemann)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG