LONDRES - Foi um dos pedidos mais incomuns. Mas de jeito nenhum essa foi a única solicitação bizarra de ajuda que as embaixadas britânicas costumam receber. Uma britânica que havia viajado ao exterior para uma cirurgia de aumento do busto ficou insatisfeita com os resultados e queria a intervenção do Ministério de Relações Exteriores.

O mesmo quis uma mãe na Flórida, que pediu ao consulado britânico para ajudar seu filho adolescente a fazer a mala e levá-lo ao aeroporto porque ele se sentia doente.

Num levantamento de pedidos estranhos feitos aos consulados por britânicos no exterior, o ministério relacionou ainda dicas para controlar crianças bagunceiras, informações sobre o tempo e receitas de geléias caseiras.

"Nós não podemos dizer quem pode ter o direito de usar sua piscina, pagar suas tarifas de táxi por você --ou fazer qualquer coisa relacionada à taxa de câmbio," disse Juliet Maric, do consulado britânico em Alicante, Espanha.

Os consulados britânicos formam uma rede mundial de 261 representações e existem para ajudar os viajantes do país a ficarem em segurança no exterior e orientá-los se enfrentam algum problema.

Mas alguns dos pedidos que recebem dificilmente poderiam ser incluídos nessas categorias.

"Nós frequentemente ouvimos perguntas de pessoas que pensam que somos uma loja de conveniência para resolver qualquer problema que eles possam encontrar fora do país," disse Maric.

Leia mais sobre embaixada

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.