Duplo atentado suicida deixa 35 mortos no Paquistão

Islamabad, 17 abr (EFE).- Um duplo atentado suicida deixou hoje pelo menos 35 mortos e mais de 40 feridos no conflituoso noroeste do Paquistão, para onde milhares de civis fugiram dos combates entre o Exército e a milícia talibã em regiões próximas ao cinto tribal fronteiriço com o Afeganistão.

EFE |

O ataque ocorreu em um ponto de registro e de distribuição de ajuda humanitária para refugiados, situado na região de Katcha Pakka, no distrito de Kohat, na Província da Fronteira do Noroeste, disse à Agência Efe o porta-voz do Governo regional Zahid Bunairi.

"Os suicidas eram jovens de entre 18 e 20 anos. É terrível. A realidade nos mostra que temos muito trabalho a fazer para educar a população", disse Bunairi, que cifrou em 35 o número de mortos.

Em declarações ao canal de televisão privado "Dawn", o chefe da Polícia local, Dilawar Khan, elevou o número de mortos para 42, entre os quais há um cinegrafista e um repórter de um canal de televisão paquistanês.

O primeiro suicida detonou a carga explosiva que carregava em torno no meio-dia local (4h, no horário de Brasília) e, pouco depois, quando os serviços de emergência estavam iniciando os trabalhos de resgate das vítimas, um segundo terrorista se explodiu no mesmo local.

As explosões causaram graves danos a um grande número de edifícios da região, que foi isolada pela Polícia.

O primeiro-ministro paquistanês, Yousef Raza Guilani, condenou o duplo atentado e ordenou a abertura de uma investigação para esclarecer o ocorrido, segundo um comunicado divulgado por seu escritório. EFE igb/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG