Duplo ataque suicida deixa 35 mortos ao norte de Bagdá

A polícia iraquiana afirma que pelo menos 35 pessoas morreram nesta quinta-feira em um ataque de dois homens-bomba na província de Diyala, ao norte de Bagdá. Pelo menos 75 pessoas teriam ficado feridas no duplo atentando.

BBC Brasil |

A polícia diz que uma mulher detonou explosivos que estavam no seu corpo em um mercado lotado na cidade de Balad Ruz. Pouco depois, quando pessoas observavam a cena do ataque, outro homem-bomba explodiu no mesmo local.

A cidade de Balad Ruz fica 30 quilômetros ao leste de Baquba, onde forças de segurança americanas e iraquianas têm combatido militantes da Al-Qaeda nos últimos meses.

Reagrupamento
Segundo o correspondente da BBC em Bagdá Clive Myrie, as autoridades certamente deverão culpar a Al-Qaeda pelo ataque.

Acredita-se que os militantes da Al-Qaeda que foram expulsos da província de Anbar, no oeste de Bagdá, estão tentando se reagrupar em Baquba.

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, tem enfrentado duras batalhas contra grupos militantes xiitas no leste de Bagdá.

O ataque duplo desta quinta-feira sugere que a violência pode estar chegando na região ao norte da capital, dificultando ainda mais o trabalho das forças de segurança.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG