Duas redes de TV opositoras são atacadas na Bolívia

Duas redes privadas de televisão foram atacadas nesta terça-feira na Bolívia, abalada por uma grave crise política.

AFP |

Na cidade de Cochabamba, desconhecidos lançaram na madrugada desta terça-feira um artefato explosivo contra a sede da Red Uno, muito crítica em relação ao governo do presidente socialista Evo Morales.

O artefato, provavelmente dinamite, destruiu "parte de um set, vidros e o teto do estúdio", informaram jornalistas da Red Uno.

Aparentemente, o explosivo foi lançado de um carro em movimento, e o objetivo era afetar a torre de transmissão.

Depois do ataque, jornalistas de Cochabamba se manifestaram em uma praça da cidade para protestar contra essa "violação da liberdade de expressão".

Em La Paz, um grupo de jovens partidários de Morales tentou invadir as instalações da Red Unitel, mas foram repelidos pela polícia. O canal mostrou imagens ao vivo do assédio da multidão.

Em Santa Cruz, reduto da oposição, grupos de militantes de direita destruíram, na semana passada, os escritórios da rede de TV estatal Canal 7.

str/yw/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG