Duas pessoas são mortas pela Polícia egípcia quando tentavam ir a Israel

Cairo, 12 jul (EFE).- Um beduíno, que seria traficante de pessoas, e um imigrante subsaariano morreram hoje em um tiroteio com a Polícia egípcia quando tentavam atravessar a fronteira com Israel, informaram à Agência Efe fontes da segurança egípcia.

EFE |

A Polícia manteve um tiroteio esta madrugada com um grupo de beduínos e imigrantes em Naga al-Shaban, perto da passagem fronteiriça entre Faixa de Gaza e Rafah, na Península do Sinai, quando estes tentavam passar para território israelense.

Segundo as fontes, na troca de tiros, morreram o beduíno e o imigrante subsaariano, de nacionalidade desconhecida.

Os agentes da Polícia fronteiriça encontraram sobre o cadáver do beduíno um telefone por satélite e um aparelho de visão noturna, o que, segundo as fontes, é uma prova de que pertencia a uma das máfias que levam imigrantes aIsrael em troca de dinheiro. EFE er/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG