Duas mulheres protagonizam 1º casamento gay no Estado de N.York

O casal espera que mais homossexuais se casem ao longo do dia; os cartórios ficarão abertos neste domingo

EFE |

Kitty Lambert e Cheryle Rudd se tornaram neste domingo o primeiro casal gay a se casar no Estado de Nova York (EUA) após contrair matrimônio passada a meia-noite local. A união foi realizada perto das cataratas do Niágara, informou a imprensa local.

O casal de ativistas de Buffalo disse o sim à 0h01 hora local perante Paul Dyster, prefeito da localidade situada junto às cataratas, após 12 anos de espera, revelou "Buffalonews.com".

Lambert, de 54 anos, e Rudd, de 53, foram as primeiras, mas espera-se que milhares de homossexuais se casem ao longo do dia em todo o Estado, quando os registros civis permanecerão abertos, apesar de ser domingo, para tramitar os enlaces.

Além disso, mais de cem juízes se ofereceram como voluntários para oficiar as bodas entre homossexuais em suas respectivas cidades, segundo o jornal The New York Times. Só na cidade de Nova York, 823 casais solicitaram autorização para se casar neste domingo, quando entra em vigor a lei aprovada pelo senado estadual em 24 de junho, com 33 votos a favor e 29 contra.

"Este é um momento histórico para Nova York, um momento pelo qual muitos casais estiveram esperando por anos, ou melhor, por décadas, e não os faremos esperar um dia mais", disse o então o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.

Nova York é o sexto e o maior Estado dos EUA a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, seguindo os passos de Massachusetts, Connecticut, Iowa, Vermont, e New Hampshire.

    Leia tudo sobre: euanova yorkcasamento gayhomossexuais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG