Duas crianças de dois e quatro anos, respctivamente, originárias da Nigéria morreram em um barco que os levava para a Itália junto com outros 73 imigrantes clandestinos, informou neste sábado a imprensa italiana.

Os corpos das duas crianças foram jogados ao mar, segundo relatou o pai a tripulação da lancha italiana que socorreu os clandestinos.

As crianças aparentemente morreram por causa de uma desidratação.

A embarcação, uma barcaça que transportava 75 passageiros, foi socorrida pela guarda-costeira italiana ao sul da ilha de Lampedusa.

nou/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.