Duarte participará de cúpula de chefes de Estado do Mercosul

Assunção, 25 jun (EFE).- O presidente do Paraguai, Nicanor Duarte, cuja renúncia antecipada ao cargo voltará a ser analisada amanhã no Congresso, confirmou hoje que participará da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, realizada na próxima semana na Argentina.

EFE |

A renúncia apresentada na segunda-feira por Duarte, que não pôde ser estudada pelo Congresso bicameral por falta de quórum, tinha colocado em dúvida a participação do presidente na reunião do Mercosul, que será realizada em Tucumán, 1.200 quilômetros ao noroeste de Buenos Aires.

O chefe de Estado paraguaio, que continuará no cargo até que os legisladores analisem seu pedido, apresentou a renúncia quase dois meses antes da posse do sucessor, o ex-bispo Fernando Lugo, com o objetivo de jurar na terça-feira como senador eleito pelo Partido Colorado.

O Parlamento deverá analisar novamente amanhã a renúncia do chefe de Estado, apesar de legisladores de vários grupos da oposição terem anunciado que voltarão a se ausentar para forçar Duarte a concluir o mandato de cinco anos em 15 de agosto, como foi estabelecido.

A primeira convocação do Congresso bicameral foi boicotada pela grande maioria dos legisladores do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), segunda maior legenda do país e principal aliado de Lugo.

Os opositores de Duarte afirmam que a Carta Magna já garante aos ex-presidentes paraguaios o cargo de senadores vitalícios, com voz, mas sem voto. EFE rg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG