Doze pessoas morrem em ataques no norte de Bagdá

Bagdá - Pelo menos 12 pessoas morreram neste sábado, entre elas três policiais, e mais de 50 ficaram feridas em dois atentados no norte de Bagdá, segundo fontes policiais.

EFE |

No primeiro ataque, pelo menos nove pessoas morreram, entre elas três policiais, e outras 14 ficaram feridas em um ataque suicida contra uma delegacia perto de Tikrit, cerca de 170 quilômetros ao norte da capital.

Segundo as fontes, que anteriormente tinham assinalado que só havia quatro agentes mortos, o atentado foi perpetrado por um terrorista suicida que dirigia um carro-bomba na aldeia Al Sheikh Hamad, próxima a Tikrit, capital da província de Salah ad-Din.

Além disso, assinalaram que a explosão causou destroços em prédios contíguos à delegacia.

Após o ataque, as forças de segurança fecharam os acessos à aldeia.

Por outro lado, pelo menos três pessoas morreram hoje e mais de 40 ficaram feridas, entre elas mulheres e crianças, pela explosão de uma bomba em um mercado popular perto de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá, apontaram fontes policiais.

As fontes, que não descartaram que o número de mortos possa aumentar pela gravidade de estado de alguns dos feridos, explicaram que o atentado ocorreu na localidade de Senyar, ao noroeste de Mossul.

Leia mais sobre: Iraque

    Leia tudo sobre: atentadobagdáiraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG