Doze países da Liga Árabe confirmam presença em cúpula sobre Gaza

Cairo, 13 jan (EFE).- O secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa, disse hoje que dos 22 Estados-membros da organização, 12 aceitaram por escrito realizar uma cúpula extraordinária em Doha para discutir a situação em Gaza.

EFE |

Moussa assinalou aos jornalistas na sede da Liga Árabe, no Cairo, que "estão acontecendo consultas com os Estados árabes que ainda não responderam ao pedido do Catar para a realização de uma cúpula".

O secretário-geral da organização afirmou que ainda não foi tomada uma decisão sobre a realização de uma reunião de urgência dos chefes de Estado árabes em Doha, como propôs o Catar.

O Egito disse hoje que prefere que os líderes árabes tratem no próximo domingo, às vésperas de uma cúpula econômica no Kuwait, a situação em Gaza, em vez de fazê-lo na capital do Catar.

Para que possa acontecer uma cúpula extraordinária da Liga Árabe, é preciso a aprovação de dois terços dos 22 membros da organização.

O ministro da Informação libanês, Tareq Mitri, anunciou hoje que seu Governo decidiu que o Líbano deve estar presente em qualquer cúpula árabe sobre Gaza.

Os ministros de Assuntos Exteriores árabes se encontraram, em 31 de dezembro, no Cairo, para pedir que o Conselho de Segurança da ONU se reunisse de forma imediata para deter a agressão israelense em Gaza.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou na quinta-feira passada uma resolução, com a abstenção dos EUA, que pedia um cessar-fogo na Faixa de Gaza.

Tanto o grupo islamita palestino Hamas, que controla a faixa, como Israel rejeitaram o cessar-fogo. EFE nq/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG