Doze morrem por bicicleta-bomba no Paquistão

Explosivo deixado em bicicleta mata 9 civis e três policiais na região noroeste do país

Reuters |

Uma bomba instalada em uma bicicleta explodiu na cidade de Dera Ismail Khan, noroeste do Paquistão, matando 12 pessoas nesta terça-feira incluindo três policiais, informou a polícia.

AP
Policial observa ferro retorcido de bicicleta após explosão

A violência de militantes havia acalmado nas últimas semanas desde que forças governamentais aumentaram as ofensivas nas regiões de Orakzai e Khyber, no noroeste do país, depois de terem eliminado bases do Taleban paquistanês em outras regiões.

Dera Ismail Khan fica na província de Khyber Pakhtunkhwa, antigamente conhecida como a Fronteira Noroeste. Já foi alvo anterior dos militantes, mas não é uma área que abriga radicais.

A polícia havia dito inicialmente que a explosão, que ocorreu quando uma van policial passava ao lado, foi causado por um carro-bomba suicida. "Inicialmente, parecia um ataque suicida, mas descobrimos que o dispositivo estava numa bicicleta, aparentemente parada ao lado da rua", disse um representante do esquadrão de bombas, Inayatullah Khan.

Doze corpos e dez pessoas feridas foram encaminhadas para o hospital local, disse o médico Qibla Khan. Entre os mortos estavam três policiais e duas crianças, disse ele.

Imagens de vídeo divulgadas na televisão mostravam uma bicicleta distorcida e uma carroça queimada, enquanto policiais buscavam provas no local. "Uma carroça pegou fogo e um casal com duas crianças morreram queimadas. Foi horrível," disse uma testemunha à agência Reuters.

    Leia tudo sobre: TalebanPaquistãoatentado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG