Doze militantes da organização de defesa do meio ambiente Greenpeace foram detidos em Paris neste domingo depois de pendurar uma enorme bandeira de 15 metros de altura na Torre Eiffel, com o objetivo de denunciar a política nuclear da França, informou a polícia.

Em um comunicado, a organização diz ter planejado a ação para denunciar "a irresponsabilidade" do presidente Nicolas Sarkozy na questão nuclear.

"Um dia depois de um vazamento radioativo em Tricastin (sudeste da França) e do bizarro anúncio de uma segunda central EPR na França, esta obsessão do presidente da república corre o risco de fazer descarrilhar as negociações sobre o pacote energia-clima que a União Européia deve concluir sob a presidência francesa", escreveu o Greenpeace.

mdf/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.