Doze árabes são acusados por linchar extremista israelense

Jerusalém, 7 jun (EFE).- Doze árabes com cidadania israelense foram acusados hoje pela morte mediante linchamento de um extremista judeu que assassinou a tiros quatro árabes em um ônibus na cidade de Shfaram em 2005, anunciou a Procuradoria de Haifa.

EFE |

A Procuradoria apresentou acusações formais contra sete deles por assassinato, ataque com agravante a um funcionário de Polícia, obstrução da justiça e distúrbios.

Outros cinco enfrentam as mesmas acusações, exceto o de ter matado Eden Natan-Zada, um desertor do Exército que se tornou militante do grupo extremista judeu Kach, ao qual o próprio Governo de Ariel Sharon definiu então como "terrorista judeu sedento de sangue".

Vestido com uniforme militar, Natan-Zada esvaziou o carregador de seu M-16 dentro de um ônibus na localidade árabe de Shfar'am, como vingança pela decisão de Sharon de evacuar colonos e soldados da Faixa de Gaza.

Pouco depois, os moradores da localidade atacaram o ônibus e mataram Natan-Zada, antes que a Polícia pudesse detê-lo.

"Apesar dos atrozes atos de Natan-Zada, os fatos que levaram a sua morte prejudicam seriamente o estado de direito. Em um país governado por leis, quem fizer justiça pelas próprias mãos, mesmo que seja contra quem cometeu crimes abomináveis, será julgado", ressaltou a Procuradoria, em comunicado.

A decisão foi mal recebida entre os líderes políticos árabes em Israel, que veem uma política de dois pesos e duas medidas nos processos judiciais, dependendo se as vítimas são árabes ou judias.

O líder do único partido judeu-árabe, o comunista Hadash, acusa a Procuradoria de "transformar a vítima em culpado", em vez de "seguir o rastro do homem que cometeu o massacre e de seus cúmplices para levá-los à Justiça".

O presidente do partido Balad, Jamal Zahalka, interpreta a acusação como uma "provocação policial que envia a mensagem que os árabes não têm direito à autodefesa". EFE ap/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG