Um jovem dominicano de 23 anos manteve uma ereção durante seis dias depois de ter ingerido álcool e estimulantes sexuais, e, como não está reagindo aos tratamentos, poderá ser operado, informou nesta quarta-feira a imprensa local.

Na semana passada, Antonio Rosa procurou um hospital porque seu pênis, após uma relação sexual, ainda se mantinha ereto. Apesar do tratamento recebido, o paciente deixou o hospital nesta quarta com seu órgão sexual ainda excitado.

Os médicos explicaram que, caso a ereção prolongada prossiga, o rapaz deverá ser operado para resolver o problema. A maior preocupação do paciente, no entanto, é que o procedimento cirúrgico possa deixá-lo permamentemente impotente.

bl/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.