Dois soldados dos EUA morrem em ataque; reação mata 32 talibãs

CABUL - Pelo menos dois soldados americanos morreram neste sábado em um ataque taleban no leste do Afeganistão, após o qual as tropas estrangeiras lançaram uma ofensiva que matou 32 fundamentalistas, informaram fontes oficiais.

EFE |

Um porta-voz da coalizão liderada pelos EUA no Afeganistão afirmou à agência de notícias "AIP" que uma explosão foi registrada hoje no distrito de Ziruk, que pertence à província de Paktika.

Dois soldados americanos morreram e quatro ficaram feridos no ataque. Apó a explosão houve também um tiroteio, segundo o porta-voz. "Se recorreu ao apoio aéreo para atingir as posições do inimigo, mas não tenho informação sobre seus resultados", disse o porta-voz militar.

O comando não cifrou o número de mortos em sua resposta militar, mas o porta-voz do governador de Paktika disse que os bombardeios aéreos aliados mataram 32 fundamentalistas e deixaram oito feridos.

Um porta-voz taleban, Zabihullah Mujahid, comemorou o ataque e disse que, na realidade, foi um atentado suicida que "matou várias tropas afegãs e estrangeiras".

O insurgente admitiu o posterior ataque aéreo, que, segundo ele, só causou sete baixas entre os talebans. A insurgência tem seus principais redutos no cinturão sudeste do Afeganistão, onde predomina a etnia pashtun, a mesma dos talebans.

Leia mais sobre Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistãotaleban

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG