Dois soldados canadenses da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, um policial e um intérprete afegãos morreram no sábado na explosão de uma bomba no sul do Afeganistão.

O ataque aconteceu no distrito de Panjwayi, na província de Kandahar, segundo o tenente-coronel canadense Jay Janzen.

A explosão também deixou feridos outros quatro soldados canadenses e um intérprete.

A missão dos soldados da Isaf é apoiar as autoridades locais e combater os insurgentes, que fizeram do sul do Afeganistão um de seus redutos.

Mais de 290 soldados estrangeiros da Isaf e da coalizão sob comando dos Estados Unidos morreram este ano no Afeganistão, contra 230 em 2007, segundo um balanço da AFP com base em dados do site independente icasualties.org.

br-emd/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.