Dois soldados americanos morrem em explosão no norte do Iraque

Bagdá, 22 abr (EFE) - Dois soldados americanos morreram e cinco pessoas ficaram feridas, entre elas outros dois militares, quando o veículo no qual estavam foi atingido pela detonação de um artefato que explodiu quando passavam pelo norte do Iraque, informou hoje o comando militar. A cúpula militar indicou, através de um comunicado, que a explosão ocorreu na segunda-feira na província de maioria sunita de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá. Três civis também ficaram feridos na explosão, entre eles um intérprete que acompanhava as tropas. Com a morte destes dois soldados, sobe para 4.043 o número de militares americanos que morreram desde que o Iraque foi invadido, em março de 2003.

EFE |

Por outra parte, fontes da Polícia informaram que supostos insurgentes derrubaram na segunda-feira um avião americano não-tripulado em Iskandariya, 50 quilômetros ao sul da capital.

Embora as mesmas fontes tenham dito que a região foi isolada e os restos do avião recolhidos, o Exército americano ainda não informou sobre este incidente.

Além disso, a "Zona Verde" de Bagdá, que aloja as principais instituições do país e grande parte das embaixadas ocidentais, foi atacada de novo na segunda-feira à tarde com morteiros e lança-granadas, sem que, por enquanto, tenham sido reportadas possíveis vítimas ou danos materiais.

Fontes da Polícia informaram de um ataque similar na capital contra o escritório central da Assembléia Suprema Islâmica do Iraque (ASII), o principal partido xiita do país e um dos que constituem a coalizão de Governo. EFE am/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG