Dois políticos serão os primeiros libertados pelas Farc a partir de domingo

Os políticos Alan Jara e Sigifredo López serão os primeiros reféns, de um grupo de seis, que a guerrilha das Farc libertarão a partir do próximo domingo, revelou a senadora colombiana Piedad Córdoba, designada pelo grupo guerrilheiro para receber os sequestrados.

AFP |

Córdoba informou o itinerário da operação que começa nesta sexta com sua ida até a localidade brasileira de São Gabriel da Cachoeira, na fronteira amazônica com a Colômbia e a Venezuela, de onde partirão os dois helicópteros do exército brasileiro que participarão no plano combinado.

Alan Jara esteve a ponto de morrer há quatro dias, durante combates entre o grupo insurgente e o Exército, revelou Córdoba.

"Há quatro dias nos disseram que quase mataram Alan Jara. Então o melhor é apressar a entrega para que não ocorra nenhum risco a essas pessoas que estão sequestradas", disse à imprensa a senadora de oposição, encarregada de receber as seis pessoas que as FARC vão libertar.

Córdoba não precisou as circunstâncias do ocorrido, mas deu a entender que foi em um combate entre o Exército e guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

O Brasil coordena a parte logística para a libertação dos reféns, anunciada de forma unilateral pelas Farc em dezembro passado.

O governo brasileiro informou na sexta-feira passada que fornecerá os meios necessários requeridos pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha para receber os reféns em algum lugar da Colômbia.

pro/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG