Dois partidos de extrema-direita israelenses partidários da colonizaçao dos territórios palestinos ameaçaram nesta quinta-feira o primeiro-ministro designado Benjamin Netanuyahu de impedir a formação de uma maioria para governar.

O dirigente da lista da União Nacional, que nas eleições legislativas de 10 de fevereiro obteve quatro dos 120 deputados da Knesset (Parlamento unicameral), Yaakov Katz, e o líder da bancada do Lar Judeu (três deputados), David Herchkowitz, indicaram à rádio que estão coordenando seus esforços para obter concessões políticas e ministérios de Netanyahu.

Sem o apoio desses partidos, Netanyahu, chefe do Likud (direita), não terá maioria no Parlamento, uma semana antes de apresentar seu governo.

Por ora, Netanuyahu conta com o apoio de seu partido (27 cadeiras), do Israel Beitenu (extrema-direita de Avigdor Lieberman, 15 cadeiras), do Shass (ultraortodoxos, 11 deputados) e da Lista Unificada da Torá (cinco), apesar de ainda não ter sido assinado nenhum acordo de coalizão.

jlr/pa/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.