Dois palestinos morrem em desabamento de túnel entre Egito e Gaza

Gaza, 30 abr (EFE).- Dois palestinos morreram hoje e três permanecem desaparecidos após o desbamento de um túnel supostamente usado para contrabando que ligava o Egito ao sul da Faixa de Gaza, informaram fontes médicas no território palestino.

EFE |

O desabamento aconteceu após um curto-circuito elétrico no interior do túnel, informou o chefe dos serviços de emergência, Moawiya Hassanein, que confirmou as duas mortes.

Abdala Shehada, diretor do Hospital Abu Yousef na localidade de Rafah (na fronteira com o Egito), disse que os cadáveres foram levados ao centro hoje às 5h (23h de Brasília de ontem).

No ano passado, mais de 50 palestinos morreu em incidentes semelhantes, muitos deles originados pelas ações do Egito para frear o contrabando, como introduzir água ou gás venenoso nos túneis.

Os contrabandistas usam os dutos embaixo da terra para introduzir em Gaza comida, combustível, armamento, separados, computadores, telefones celulares e todo tipo de produtos domésticos.

Estes túneis subterrâneos dão um respiro à maltratada economia de Gaza e minimizam as carências geradas pelo bloqueio israelense ao território palestino, iniciado em março de 2006 e intensificado após a tomada pelo Hamas desse território, em junho de 2007.

O Egito aumentou a vigilância de sua fronteira desde que, em 18 de janeiro, Israel concluiu sua ofensiva de 22 dias em Gaza, que deixou mais de 1,4 mil palestinos mortos, na maioria civis, segundo fontes médicas locais. EFE Sas-aca-amg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG