Dois navios sequestrados por piratas somalis no Golfo de Aden

Os piratas somalis, que recentemente deslocaram seus ataques para o alto-mar do Oceano Índico, voltaram ao Golfo de Aden, onde um segundo navio foi sequestrado nas últimas 24 horas, informou nesta terça-feira o chefe do braço queniano do Programa de Assistência aos Marinheiros.

AFP |

O "St James Park", de bandeira britânica e com 26 tripulantes a bordo, foi atacado na segunda-feira no Golfo de Aden, quando se dirigia da Espanha para a Tailândia, informou Andrew Mwangura.

Outro navio, o iemenita "Al-Mahmudia2", com 15 tripulantes, também foi capturado na mesma área.

Estes dois ataques acontecem em meio à diminuição dos sequestros obtida pelos importantes reforços antipirataria mobilizados ela comunidade internacional desde 2008 no Golfo de Aden.

Paralelo a isso, os piratas libertaram o navio cingapuriano "Kota Wajar", capturado em 15 de outubro com 21 marinheiros a bordo a umas 300 milhas náuticas (540 km) ao norte das ilhas Seychelles, quando se dirigia para o porto queniano de Mombasa (sudeste).

oto-fal/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG