Dois muçulmanos são mortos antes de aniversário de massacre na Tailândia

Bangcoc, 28 abr (EFE).- Dois muçulmanos foram assassinados a tiros na convulsa região sul da Tailândia, onde o Exército advertiu sobre uma onda de ataques esta semana pelo aniversário de um massacre em uma mesquita, informaram fontes militares.

EFE |

Os atentados aconteceram neste domingo na província de Narathiwat, onde as vítimas, um suposto insurgente de 36 anos e um funcionário de 38, perderam a vida em dois incidentes separados.

O porta-voz do Exército, o coronel Acar Tiproch, assegurou que os guerrilheiros promoverão mais atentados entre esta segunda-feira e quarta-feira, quando esta semana se completa o quarto aniversário do massacre da mesquita de Krue Se, na província de Pattani.

Centenas de militares e policiais serão desdobrados para garantir a segurança na região fronteiriça com a Malásia, onde na semana passada foi decidido se estender o estado de exceção, pelo menos, até o dia 18 de julho.

No começo do ano, Bangcoc reconheceu pela primeira vez a existência de vínculos entre a rede terrorista Al Qaeda e os rebeldes, e admitiu que a situação piorou desde que estes recebem armas e dinheiro procedentes do narcotráfico. EFE fmg/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG