Dois presos mortos e cinco feridos foi o saldo deixado por uma briga num presídio de segurança máxima de Colorado (noroeste dos Estados Unidos), onde a promotoria alegou motivos raciais como possível causa dos distúrbios.

O conflito começou na tarde de domingo num presídio de Florence, localidade ao sul de Denver e, segundo o promotor federal do Colorado, Troy Eid, citado pelo jornal local Rocky Mountain News, a causa provavelmente foi que um grupo racista que professa a supremacia dos brancos provocou distúrbios por ocasião do aniversário de Adolf Hitler, 20 de abril, quando tomaram por alvo os preços de outras raças.

Em Florence também se encontra o "Supermax", um dos presídios mais famosos dos Estados Unidos por se tratar de um centro de segurança máxima que abriga os 400 presos mais perigosos do país.

tq/pb/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.