Dois mortos e quatro guerrilheiros detidos na convulsa região sul

Bangcoc, 22 dez (EFE).- As forças de segurança abateram um rebelde islamita e detiveram outros quatro na conflituosa região sul da Tailândia, onde um civil também morreu em um tiroteio, informou hoje a Polícia.

EFE |

Cerca de 300 policiais e soldados tomaram parte ontem na operação contra os insurgentes na província de Yala, onde faleceu por disparos um homem de 25 anos acusado de ter perpetrado no sábado dois atentados com explosivos que causaram pelo menos um morto e 11 feridos.

Também capturaram quatro supostos rebeldes muçulmanos que, segundo afirmam, ajudaram-no a organizar o ataque.

Além disso, na vizinha província de Pattani, dois pistoleiros que viajavam em uma motocicleta crivaram de tiros um civil de 50 anos.

Mais de 3.500 pessoas perderam a vida no sul da Tailândia desde que os rebeldes islâmicos retomaram a luta armada em janeiro de 2004, após uma década de pouca atividade guerrilheira.

Leia mais sobre: Tailândia

    Leia tudo sobre: tailândia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG