Dois morrem e 15 ficam feridos devido a confrontos em Trípoli

(Atualiza número de mortos, feridos e dá novos detalhes) Beirute, 25 jul (EFE).- Pelo menos duas pessoas morreram hoje e 15 ficaram feridas por causa dos enfrentamentos entre as comunidades sunita e alawi na cidade libanesa de Trípoli, enquanto os responsáveis políticos e religiosos da localidade chegaram hoje a uma trégua.

EFE |

Uma fonte policial disse que, apesar de a situação continuar tensa, há menos disparos nos bairros de Bab Tebane, de maioria sunita, e de Jebel Mohsen, de maioria alawi, onde nesta quinta-feira começaram os distúrbios.

No entanto, a fonte não precisou se, entre as vítimas fatais, está uma mulher que morreu de parada cardíaca durante os combates e que foi identificada como Darwiche Dib.

Além disso, disse que os disparos tinham se estendido ao bairro sunita de Kobbe, mas ressaltou que os combates eram muito menos intensos que os ocorridos esta manhã.

Segundo a imprensa libanesa, os enfrentamentos começaram depois que um grupo de homens armados lançou uma granada contra o bairro de Bab Tebane.

Após este incidente, outro grupo de pessoas lançou uma segunda granada contra o bairro de Jebel Mohsen, e depois uma terceira bomba explodiu em Bab Tabane.

As autoridades políticas e religiosas da localidade decretaram esta manhã o fim das hostilidades, que deveria ter entrado em vigor às 13h (7h de Brasília), e pediram que os habitantes deixassem a segurança nas mãos do Exército libanês.

A imprensa local informou também que um foguete caiu perto de um mercado de frutas e legumes no bairro de Zahrieh, mas só causou danos materiais.

Vários habitantes da cidade, a segunda maior do Líbano, fugiram de casa para lugares mais seguros, enquanto elementos armados estão espalhados pelos bairros conflituosos, acrescentaram as fontes. EFE ks/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG