Dois militares britânicos morrem em operação contra forças inimigas

Londres, 15 jan (EFE).- Dois militares britânicos morreram na quarta-feira na província de Helmand, no sul do Afeganistão, por causa de uma explosão, enquanto participavam de uma operação contra forças inimigas, informou hoje o Ministério da Defesa do Reino Unido, em comunicado.

EFE |

Trata-se de um soldado do 29º Comando do Regimento de Artilharia Real e de um marine do 45º Comando dos Royal Marines, cujas mortes elevam para 141 o número de militares britânicos que morreram no Afeganistão desde outubro de 2001.

No caso do marine, é o 14º integrante do corpo dos Royal Marines que morre no Afeganistão nos últimos dois meses, nos quais aumentou a atividade armada na área.

A operação na qual os militares morreram acontecia na localidade de Gereshk, no centro da província de Helmand, e foi "um duro golpe" para as forças britânicas.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, anunciou no mês passado uma revisão da política do país para o Afeganistão, e pediu aos países aliados que compartilhem a responsabilidade que implica estar na linha de frente na luta contra o terrorismo. EFE fpb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG